quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Mitologia Amazônica: Coleção No’Turnos

A vasta diversidade de mitos amazônidas, proporcionou o desejo de materializar através de meus trabalhos escultóricos a fantasia mística das historias professadas pelos caboclos de nossa região. Produzi no decorrer de aproximadamente um ano, 6 peças em epóxi inspiradas nas lendas amazônicas entre elas o Boto, Mapinguari, Iara, Amazona, Curupira e a Matinta Perera. A Coleção escultórica foi denominada de No’Turnos, e foi exposta em 2003, na Galeria do SESC da Doca e posteriormente no ICA - Instituto de Ciências da Arte, ambos em Belém do Pará. A Coleção No’Turnos buscou através da concepção plástica um discurso estético a cerca das lendas e mitos da Amazônia no contexto urbano contemporâneo, contribuindo para a preservação da mitologia amazônica, como elementos do patrimônio cultural coletivo, e conseqüentemente identidade de um povo.

Visão Geral da Coleção No’Turnos_2003.
No’Turnos_Boto_Escultura em epóxi_48x20 cm_2003.
No’Turnos_Boto_Escultura em epóxi_48x20 cm_2003.
No’Turnos_Boto_Escultura em epóxi_48x20 cm_2003.
No’Turnos_Mapinguari II_Escultura em epóxi_55x39 cm_2003.
No’Turnos_Mapinguari II_Escultura em epóxi_55x39 cm_2003.
No’Turnos_Mapinguari II_Escultura em epóxi_55x39 cm_2003.
No’Turnos_Iara_Escultura em epóxi_19x46x57 cm_2003.
No’Turnos_Iara_Escultura em epóxi_19x46x57 cm_2003.
No’Turnos_Iara_Escultura em epóxi_19x46x57 cm_2003.
No'Turnos_Amazona_Escultura em epóxi_31x20 cm_2003.
No’Turnos_Curupira_Escultura em epóxi_40x35 cm_2003.
No’Turnos_Curupira_Escultura em epóxi_40x35 cm_2003.
No’Turnos_Curupira_Escultura em epóxi_40x35 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
video
Vídeo da Exposição.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Adquirindo Experiência na Modelagem e Contribuições da Universidade

Como disse no post anterior nunca tinha modelado e como ainda não dominava a técnica, as peças que fazia em argila, quando secavam acabava rachando. Nesse período, como sempre tive influência de HQs de super-heróis e filmes fantásticos, já estava modelando figuras monstruosas, acabavam rachando, no entanto eu nunca desisti de nem um trabalho, e quando as peças quebravam e eu emendava com massa epóxi (Durepoxi), com o tempo percebi que a massa epóxi permitia trabalhar de forma muito mais detalhada uma escultura, e passei treinar, até dominar a técnica de modelagem com epóxi...
A escultura do Mapinguari I, foi a primeira que usei de fato a massa epóxi, e esta escultura, já teve contribuição da universidade, pois através da disciplina Folclore Brasileiro cursada em 2001, que tomei conhecimento das obras (Visagens a Assombrações de Belém) do escritor Walcyr Monteiro e (Cultura Amazônica: uma Poética do Imaginário) do Poeta João Jesus Paes Loureiro. Foi à leitura desses dois livros míticos e formidáveis, repletos de significação imaginaria que me estimularam a iniciar um caminho carregado de propósitos.
O relato sedutor destes escritores, fez-me percorrer pelas terras de um novo mundo até então pouco explorado por min. Aos poucos, fui percebendo, compreendendo, as formas, insólitas desse fantasioso universo, e resolvi materializá-lo através das esculturas. Das rodadas de seminários que fizemos nas aulas de Folclore Brasileiro, surgiu como resultado final das pesquisas desenvolvidas por nós (alunos) uma exposição coletiva, a qual denominamos de “Folclore o que tu tens a ver com isso?”. Para a referida exposição produzi minha primeira peça feita toda em epóxi o “Mapinguari I”. Nesse período as esculturas tipo o “Mapinguari I”, ainda não mostravam sexualidade, depois que um professor UFPA, muito conceituado no cenário da arte paraense, indagou!
Cadê a sexualidade desse bicho?
Foi a partir dessa cobrança que minhas outras esculturas começaram ficar muito mais detalhadas, a exemplo a Pathaca da Matinta... Vocês poderão dar uma conferida na próxima pastagem que fala da Coleção de Esculturas No’Turnos...

Nelson Nabiça_Gárgula Incompleto_Escultura em argila_39x38cm_2000.
Nelson Nabiça_Monstro de Quatro Braços_Escultura em argila_67x46 cm_2000.
Nelson Nabiça_Mapinguari I_Escultura em epóxi_47x32 cm_2001.