quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Nossa Senhora de Nazaré feita de Miriti

Aqui em Belém acontece o Círio de Nazaré, é celebrado anualmente no segundo domingo de outubro e considerado a maior manifestação religiosa Católica do Mundo e uma das mais tradicionais também, sendo celebrada desde 1793, conta aproximadamente com o número de 2,3 milhões de participantes.
Em 2004 recebi uma encomenda para fazer uma santa da Nossa Senhora de Nazaré, para o evento teatral conhecido como O Auto Círio, esse foi o meu primeiro trabalho por encomenda e a escultura teria que ser toda feita miriti. Este trabalho foi um grande desafio, pois nunca tinha produzido nada com miriti! O prazo de entrega era bem curto, no inicio pensei em não pegar a encomenda, pois no primeiro dia achei muito difícil trabalhar com esse material, até que no segundo dia depois de muito treino de madrugada comecei a visualizar como ira ficar o trabalho. Depois foi só se concentrar e deixar a inspiração rolar, comecei numa sexta feira e na segunda a santa estava pronta, me queimei com cola quente e tive alguns cortes nos dedos fazendo a escultura mais no final fiquei muito satisfeito com o resultado do trabalho.
Quando entreguei o trabalho ele fez o maior sucesso, no entanto me encomendaram mais uma santa, e como já tinha aprendido a técnica na primeira à segunda foi mais fácil. A segunda santa teria que ser mais leve, pois seriam amarrados balões e ela voaria no final do evento.
A primeira escultura ficou em acervo da instituição, sendo usada como imagem do cartaz do evento no ano seguinte. Mais difícil que produzir essas imagens foi mesmo para receber por elas... Fazer o que! Era a minha primeira encomenda, demorou, mais saiu...
Dimensões da obra: Santa do Auto do Círio I_Escultura em miriti_90x60 cm_2004.

Cartaz do Auto do Círio 2005.

Dimensões da obra: Santa do Auto do Círio II_Escultura em miriti_90x60 cm_2004_Foto de EuBelém.

sábado, 12 de dezembro de 2009

Primeiro Trabalho em Cerâmica

Esse foi meu primeiro trabalho em cerâmica, antes modelava as esculturas em argila, contudo não conhecia os procedimentos e as peças quebravam, no entanto acabei descobrindo a massa epóxi (Durepoxi) que se tornou um material cheio de possibilidades. Quando dei a disciplina cerâmica na universidade, já tinha "dominado" o processo de modelagem em epóxi e feito a coleção No’Tunos mais decidi mostrar para vocês essa santa estilizada que fiz durante a disciplina de cerâmica na Ufpa.
Dimensões da obra: Santa Estilizada_Escultura em cerâmica_40x16 cm_2003.


quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Mitologia Amazônica: Coleção No’Turnos

A vasta diversidade de mitos amazônidas, proporcionou o desejo de materializar através de meus trabalhos escultóricos a fantasia mística das historias professadas pelos caboclos de nossa região. Produzi no decorrer de aproximadamente um ano, 6 peças em epóxi inspiradas nas lendas amazônicas entre elas o Boto, Mapinguari, Iara, Amazona, Curupira e a Matinta Perera. A Coleção escultórica foi denominada de No’Turnos, e foi exposta em 2003, na Galeria do SESC da Doca e posteriormente no ICA - Instituto de Ciências da Arte, ambos em Belém do Pará. A Coleção No’Turnos buscou através da concepção plástica um discurso estético a cerca das lendas e mitos da Amazônia no contexto urbano contemporâneo, contribuindo para a preservação da mitologia amazônica, como elementos do patrimônio cultural coletivo, e conseqüentemente identidade de um povo.

Visão Geral da Coleção No’Turnos_2003.
No’Turnos_Boto_Escultura em epóxi_48x20 cm_2003.
No’Turnos_Boto_Escultura em epóxi_48x20 cm_2003.
No’Turnos_Boto_Escultura em epóxi_48x20 cm_2003.
No’Turnos_Mapinguari II_Escultura em epóxi_55x39 cm_2003.
No’Turnos_Mapinguari II_Escultura em epóxi_55x39 cm_2003.
No’Turnos_Mapinguari II_Escultura em epóxi_55x39 cm_2003.
No’Turnos_Iara_Escultura em epóxi_19x46x57 cm_2003.
No’Turnos_Iara_Escultura em epóxi_19x46x57 cm_2003.
No’Turnos_Iara_Escultura em epóxi_19x46x57 cm_2003.
No'Turnos_Amazona_Escultura em epóxi_31x20 cm_2003.
No’Turnos_Curupira_Escultura em epóxi_40x35 cm_2003.
No’Turnos_Curupira_Escultura em epóxi_40x35 cm_2003.
No’Turnos_Curupira_Escultura em epóxi_40x35 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
No'Turnos_Matinta Perera_Escultura em epóxi_40x30 cm_2003.
video
Vídeo da Exposição.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Adquirindo Experiência na Modelagem e Contribuições da Universidade

Como disse no post anterior nunca tinha modelado e como ainda não dominava a técnica, as peças que fazia em argila, quando secavam acabava rachando. Nesse período, como sempre tive influência de HQs de super-heróis e filmes fantásticos, já estava modelando figuras monstruosas, acabavam rachando, no entanto eu nunca desisti de nem um trabalho, e quando as peças quebravam e eu emendava com massa epóxi (Durepoxi), com o tempo percebi que a massa epóxi permitia trabalhar de forma muito mais detalhada uma escultura, e passei treinar, até dominar a técnica de modelagem com epóxi...
A escultura do Mapinguari I, foi a primeira que usei de fato a massa epóxi, e esta escultura, já teve contribuição da universidade, pois através da disciplina Folclore Brasileiro cursada em 2001, que tomei conhecimento das obras (Visagens a Assombrações de Belém) do escritor Walcyr Monteiro e (Cultura Amazônica: uma Poética do Imaginário) do Poeta João Jesus Paes Loureiro. Foi à leitura desses dois livros míticos e formidáveis, repletos de significação imaginaria que me estimularam a iniciar um caminho carregado de propósitos.
O relato sedutor destes escritores, fez-me percorrer pelas terras de um novo mundo até então pouco explorado por min. Aos poucos, fui percebendo, compreendendo, as formas, insólitas desse fantasioso universo, e resolvi materializá-lo através das esculturas. Das rodadas de seminários que fizemos nas aulas de Folclore Brasileiro, surgiu como resultado final das pesquisas desenvolvidas por nós (alunos) uma exposição coletiva, a qual denominamos de “Folclore o que tu tens a ver com isso?”. Para a referida exposição produzi minha primeira peça feita toda em epóxi o “Mapinguari I”. Nesse período as esculturas tipo o “Mapinguari I”, ainda não mostravam sexualidade, depois que um professor UFPA, muito conceituado no cenário da arte paraense, indagou!
Cadê a sexualidade desse bicho?
Foi a partir dessa cobrança que minhas outras esculturas começaram ficar muito mais detalhadas, a exemplo a Pathaca da Matinta... Vocês poderão dar uma conferida na próxima pastagem que fala da Coleção de Esculturas No’Turnos...

Nelson Nabiça_Gárgula Incompleto_Escultura em argila_39x38cm_2000.
Nelson Nabiça_Monstro de Quatro Braços_Escultura em argila_67x46 cm_2000.
Nelson Nabiça_Mapinguari I_Escultura em epóxi_47x32 cm_2001.

sábado, 24 de outubro de 2009

O meu Primeiro Contato com a Modelagem

Quando entrei no curso de Artes Visuais na Universidade Federal do Pará no ano 2000, tive o primeiro contato direto com escultura e galeria de arte, e através de uma proposta avaliação da disciplina Percepção Visual, tivemos que escolher uma obra de um artista já conhecido em nossa cidade que estava exposição “Dezcaminhos” na Galeria Fidanza-Museu de Arte Sacra, para trabalhar a sua releitura, os outros colegas escolheram obras de artistas que trabalhavam mais com pinturas e desenhos, e adivinha o que eu escolhi. Escultura é claro!!!! A partir daí comecei a modelar com argila. Fiz a releitura das obras do artista plástico paraense Osvaldo Gaia, suas obras logo me chamaram atenção. Eram de cerâmica com textura cor de terra como se fosse sementes, ele também utilizava elementos amazônicos como cipós e fibras naturais, lembravam artefatos feitos por homens das cavernas. Em minha releitura dei um aspecto mais industrial, contemporâneo, modelei em argila e criei uma textura com massa corrida, parafusos, tela e cabos de metal.

Nelson Nabiça_Releitura do Gaia I_Escultura em argila_28x16 cm_2000.
Nelson Nabiça_Releitura do Gaia II_Escultura em argila_28x16 cm_2000.
Nelson Nabiça_Releitura do Gaia III_Escultura em argila_28x16 cm_2000.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Meus Primeiros Desenhos

Nesta primeira postagem, antes de falar do meu trabalho atual (escultura e animação), quis mostrar o inicio quando eu apenas desenhava, estes desenhos foram feitos a mais de 20 anos, e acabei encontrado a uns anos atrás na escola que estudei quando criança. Se vocês observarem vão notar representação do Imaginário Fantástico. Incrível como essa representação sempre teve presente em quase todos os meus trabalhos.

Nelson Nabiça_Boi-Bumbá Voador_Caneta sobre papel_21x14 cm_1983.
Nelson Nabiça_Corrida Fantástica_Caneta sobre papel_21x14 cm_1983.