domingo, 31 de outubro de 2010

O que é Arte Fantástica?

Quis falar um pouco sobre o tema por que é um tipo de arte muito diferente, e com pouco material de pesquisa no Brasil. Todos que curtem de cinema e quadrinhos, “têm” que conhecer!
Em si arte fantástica não representa uma corrente estilística, e sim uma temática especifica. Essa temática procura ilustrar a existência de aspectos imaginativos irracionais como parte de nossa realidade.
Arte fantástica é a manifestação de um pensar e fazer voltados para a interpretação do mundo mediante um afastar-se da representação direta, criando um mundo mágico e simbólico, metáfora do mundo real, mergulhando no terreno dos mitos e da fantasia. No entanto esta tendência precisa de uma referência do mundo em que vivemos seja para questiona-lo ou afirma-lo, transpondo aspectos sociais e políticos para o mesmo.
Portanto, para melhor qualificar a arte fantástica devemos ter em vista que é a manifestação artística cujo conteúdo assume a forma metafórica de representação da realidade, e objetiva que o homem conheça sobre a realidade do mundo, que deve ser revelado pela penetração num mundo de metáforas e fantasias e cuja representação ultrapassa os limites do possível e do verossimilhante em um excesso que aprofunda e demarca as influências do real.
Um artista muito importante que trabalhou com esta temática foi o pintor e gravador neerlandês dos séculos XV e XV,
Hieronymus Bosch.
Bosch usava em seus trabalhos um vasto acervo de fabulas, lendas, adágios, provérbios, metáforas, sátiras, e gracejos, criando um mundo de fantasias vivas que pertenciam ao patrimônio cultural coletivo da sua época, traduzido de uma forma artística. Mas o que mais identifica o trabalho de Bosch como único de sua geração é a imaginação e a complexidade das caricaturas grotescas, muitos são híbridos monstruosos de insetos, répteis, pedaços de anatomia humana e pedaços de máquinas nunca antes visto em qualquer obra de arte. Ao apresentar tudo real e humano contaminado por esse bando diabólico, escapa Bosch a partir da crença cristã tradicional do julgamento pós-vida, talvez para sugerir que o preço do pecado é o sofrimento na Terra.
Bosch refletia em suas obras práticas misteriosas da Idade Média. Não importa que explicação e compreensão da sua arte possam ter, Bosch continua a ser o pintor mais incomum do seu tempo.

H. Bosch_As Tentações de Santo Antão_Óleo sobre madeira_131.5 × 119 cm_1515.
H. Bosch_O Jardim das Delícias Terrenas_Óleo sobre madeira_220 × 195 cm_1505.
Outro exemplo de artista que trabalha atualmente com esta temática com uma visão mais contemporânea é o artista plástico, design e outras coisas mais. O suíço HR. Giger, que em uma das explicações de seu trabalho transpõe para sua arte a percepção de um mundo tecnológico que invade o ser humano ao ponto tornarem-se extensões de nossos músculos, de nosso sistema nervoso, nossos olhos e ouvidos, pois na sociedade moderna não vivemos mais sem tais recursos.

HR. Giger_Li II_Acrílico sobre papel/madeira_200x140_1974.

HR. Giger_Biomecanóide_Acrílico sobre papel-madeira_100x70 cm_1976.

Fonte do texto: Livros: O fantástico e o misterioso. In: A máscara e o enigma, Bella Jozef, Editora Francisco Alves - Universos da arte, Fayga Ostrower, Editora Campus - O despertar dos mágicos: introdução ao realismo fantástico, Louis Pauwels e Jacques Bergier, Editora Difusão Européia do Livro.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Hieronymus_Bosch - http://pt.wikipedia.org/wiki/H._R._Giger

3 comentários:

DonaNaza_Bolsas exclusivas disse...

Esse post tá bem bacana, da pra saber muita coisa sobre arte fantástica por aki!

Isaac Braz disse...

Concordo.

Blogger disse...

If you need your ex-girlfriend or ex-boyfriend to come crawling back to you on their knees (even if they're dating somebody else now) you have to watch this video
right away...

(VIDEO) Get your ex back with TEXT messages?